As revelações incríveis do mundo mágico da dublagem

A empresária e dubladora Fernanda Crispim, premiada pela voz da Princesa Fiona de ‘Shrek’

 

A empresária e consagrada dubladora de filmes, séries e desenhos, Fernanda Crispim, faz revelações memoráveis do seleto mundo da dublagem. No comando do “We Dub Studios”, a premiada brasileira – pela voz da Princesa Fiona no filme animado “Shrek para Sempre” –, abre o jogo

 

Da Redação

Eles são os melhores do mundo em dublagem. Os dubladores do Brasil têm reconhecimento internacional pela perfeição do sincronismo labial, interpretação de vozes e carisma impregnados em filmes, séries e desenhos animados. Um trabalho notável que envolve o expectador – a dublagem eficiente nos conduz ao mundo do entretenimento, regado a aventuras, emoção e comédia. E não há como se safar da mágica de dubladores brasileiros, que transformam diversos produtos audiovisuais em obras mais acessíveis, interessantes.

 

Dubladores brasileiros, melhores do mundo – E para entender melhor a magia da dublagem, o “Jornal Nossa Gente” conversou com empresária e dubladora, Fernanda Crispim, proprietária do “We Dub Studios”, em Orlando – em sociedade com a também a atriz e dubladora, Eloah Decat, que desenvolve um trabalho de destaque, envolvendo vários profissionais – adultos e crianças –, que emprestam suas vozes a personagens de filmes, séries e desenhos – além de novelas, comerciais, vídeos para empresas e documentários.

Fernanda é experiente dubladora de filmes e série importantes, em 2011, recebeu o “Prêmio Yamato” de melhor dubladora de protagonista, com a voz da Princesa Fiona, no filme animado “Shrek para Sempre”. Além disso, dublou a menina Tonya do famoso seriado “Todo Mundo Odeia o Chris” (sucesso absoluto no Brasil).

Também é conhecida por dublar personagens como Claire na série “Eu, a Patroa e as Crianças”; Angelique Boyer na maioria de suas novelas; Lucille no desenho “Free Willy”; Ruby na série “Supernatural” e Lana Lang em “Smallville.”

Indagada sobre os quesitos para ser um bom dublador, a empresária foi enfática: “é essencial ter fluidez na voz e boa interpretação, isso deixa a dublagem natural. Não é preciso ter uma grande voz, mas o senso interpretativo que valoriza muito a dublagem. Somos reconhecidos como os melhores dubladores do mundo porque é feito um trabalho de dublagem com critério e eficiência. Por exemplo, procuro contratar o dublador que tenha o timbre de voz mais parecido com a voz do personagem original.  Fica mais natural, compreende?”

 

O dublador Leo Fuchs, entre Fernanda e Eloah Decat – “O meu objetivo é que a dublagem tenha resultado positivo, com dubladores que transmitam naturalidade. Tenho dado treinamentos para dubladores, procurando o potencial máximo de cada um deles para que a dublagem tenha qualidade. Têm pessoas que aprendem rápido, e no estúdio somos um time. Inclusive, estou em busca de novas vozes, que sejam compatíveis ao nosso trabalho. A demanda é grande e o ‘We Dub Studios’ está voltado para dublagens em português, espanhol e inglês, mas vou abrir para outros idiomas também”, ressalta.

“Fazemos vídeos institucionais para empresas, e, no momento, estou fazendo um piloto para um cliente em Miami, que dizer, cumprimos um cronograma de atividades aceleradas.”

Quanto ao tempo máximo para dublar um filme, quando perguntada, disse Fernanda que dependendo das cenas, de personagens, “pode levar até quatro dias inteiros de gravações. É tudo muito relativo. No momento estou trabalhando a dublagem de um filme que é lançamento. Uma correria no estúdio, mas tem que ficar tudo pronto na data prevista.”

 

A paixão pela dublagem

Lembra Fernanda, irmã do também dublador Peterson Adriano, que aos 11 anos, quando residia no Rio de Janeiro, foi incentivada pela mãe a fazer um teste de voz no “Estúdio Herbert Richers” – conceituado estúdio de dublagem no Brasil –, oportunidade em que foi acompanhada de Peterson, e deu certo. Participou nas novelas “Carrossel” e “Chispita.” A partir daí, surgiu uma das maiores dubladoras do país, com carreira promissora pelo seu talento e carisma.

Bennício Dantas, talento promissor – Já consagrada no Brasil, no âmbito da dublagem – com 30 anos de trabalhos memoráveis –, Fernanda tomou conhecimento de dubladores em Miami, então decidiu se mudar para os EUA com intuito de auxiliar nos trabalhos de dublagem desses profissionais. Passou seus conhecimentos a eles, com isso, dinamizando a dublagem feita por aqui. Mais tarde, abriu o seu próprio estúdio de dublagem – “We Dub Studios” –, que é um sucesso, agregando trabalhos em dublagem de filmes, séries, desenhos e novelas mexicanas em português.

“O foco principal é o português, mas também preparo casting em inglês e espanhol. E não tem idade para dublar porque há um universo de personagens e precisamos de várias vozes. Inclusive, tem um garotinho que é um sucesso, o Bennício Dantas, de apenas sete anos. Ele aprendeu rápido e tem uma interpretação incrível. Isso ocorre em dublagem, com pessoas que chegam e nos surpreendem. Talentos promissores.”

“Contamos também com um parceiro especial, na ‘We Dub Studios’, que é nosso aluno e dublador, o renomado ator, diretor e produtor de atores famosos, Leo Fuchs, que se mudou recentemente para Orlando e Miami.”

 

Serviço

“We Dub Studios” (próximo da Disney World)

Fone – 407-493-5502

Fonte: Nossa Gente

Comentários Facebook